terça-feira, 4 de julho de 2017

BONFIM: Justiça nega pedido de Habeas Corpus ao cantor Wagner Rosa.

A justiça negou ao cantor Bonfinense,  Wagner Rosa, o pedido de responder processo em liberdade ou até mesmo em prisão domiciliar.
O cantor é acusado de ter atirado e baleado três pessoas, que se encontravam em uma lanchonete, nas Casas Populares,  fato registrado na noite do dia 24 de Junho.
No pedido de Habeas Corpus, o advogado alegou que o acusado em liberdade não atrapalharia o andamento do processo, além disso, o mesmo é primário, tem bons antecedentes, e ocupa profissão de professor, e integra o quadro de pessoal do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnolgia no Campus de Senhor do Bonfim.
A defesa ainda sugeriu prisão domiciliar, alegando que o artista encontra-se enfermo, com fratura exposta, necessitando de cirurgia, tendo em vista que foi baleado no dia do ocorrido.
Alegando que o pedido exigia cautela,  a justiça negou o pedido,  afirmando que o exame da matéria deverá ser feito após o envio das informações judiciais, ora solicitadas.
O cantor Wagner Rosa encontra-se internado em um dos hospitais na região do Vale do São Francisco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário