domingo, 4 de junho de 2017

Temer diz que se quiserem denúncia, 'têm que me matar', afirma coluna


O presidente Michel Temer continua sem cogitar a hipótese de renúncia em conversas com interlocutores próximos. Segundo informações da coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, ele voltou a negar a possibilidade em diálogo com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). "Fique tranquilo, não vou renunciar, não vou sair. Vou recorrer até o fim. Se quiserem que eu saia, têm que me matar", teria dito Temer, de acordo com a coluna. O presidente já afirmou que não vai renunciar em pronunciamentos feitos após a divulgação da delação premiada dos executivos da JBS, que o acusam de comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário