quarta-feira, 7 de junho de 2017

PSDB decidirá se irá sair da base do governo até segunda-feira, diz presidente


O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissatti (CE), afirmou que o PSDB irá decidir se sai da base do governo federal até segunda-feira (12). Com a informação de que o presidente Michel Temer utilizou um jatinho do dono da JBS, Joesley Batista, o partido ficou ainda mais pressionado para se posicionar a favor ou contra a gestão de Michel Temer. A decisão foi adiada para segunda após a previsão de que o julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) só termine no sábado (10). "Cada dia é um fato novo, não vai parar de ter fato novo nunca. Isso vai mudando a cabeça dos senadores. Segunda-feira é o limite do PSDB", determinou Jereissatti. A reunião será realizada com a participação de governadores, deputados, senadores, ministros e presidentes de diretórios estaduais. "Daqui para lá pode ter coisa nova. Estou preocupado com esse novo roteiro do TSE. Se absolver Temer e Dilma a casa cai", ressaltou. O senador ainda comentou a governabilidade do presidente após sucessivos escândalos políticos. "A percepção é que o TSE vai absolver os dois, Dilma e Temer. Mas aí como será o cotidiano do governo? Não governa. Hoje Temer está preocupado em dar explicações sobre o avião. Amanhã será outra coisa. Está acuado, é uma situação terrível", criticou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário