segunda-feira, 22 de maio de 2017

Mala com R$ 500 mil entregue a Rocha Loures está desaparecida


A mala com R$ 500 mil de dinheiro da JBS recebido pelo deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) está desaparecida. Segundo a Folha de S. Paulo, a bolsa não foi localizada desde a última quinta-feira (18), quando a Polícia Federal deflagrou uma operação com base nas delações de executivos do frigorífico. O parlamentar foi filmado pela Polícia Federal se encontrando em uma pizzaria com Ricardo Saud, lobista e delator do frigorífico, para receber o dinheiro. Nas imagens, feitas a partir de uma ação controlada - planejada para flagrar delitos –, Loures foi flagrado carregando a bolsa, às pressas, após sair do estabelecimento. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o pagamento era por uma ajuda prometida pelo deputado para defender os interesses da empresa no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). As primeiras investigações apontam que a mala teria sido levada para a casa do pai do deputado, em um primeiro momento. Ao contrário da bolsa entregue a Frederico Medeiros, primo de Aécio Neves, a de Loures não tinha chip para identificar a localização. Na gravação feita por Joesley Batista, Michel Temer cita Loures como seu homem de confiança e com quem o empresário poderia tratar “tudo”. O MPF suspeita que o presidente tenha sido também um dos destinatários da propina. Em entrevista à Folha, publicada nesta segunda-feira (22), Temer afirmou que sua relação com o parlamentar era apenas institucional e que ele é um homem de “muito boa índole”. "O Rodrigo certamente foi induzido, foi seduzido por ofertas mirabolantes e irreais", declarou.

Deputado Rodrigo Rocha Loures | Foto: Brizza Cavalcante/ Câmara dos Deputados

Nenhum comentário:

Postar um comentário